Quem não é visto, não é lembrado

Atualizado: Jan 7



Quando precisamos contratar algum serviço ou adquirir algum produto logo procuramos mais a respeito do mesmo na internet. Isso já é um prática normal do nosso cotidiano, buscamos informações no Google, nas redes sociais, no facebook, no youtube... tudo para saber mais sobre o produto ou conhecer melhor o profissional que iremos contratar.

Quando iniciamos essa busca, seja por qualquer um desses canais ou até utilizando outros tipos de mídias, começa a corrida entre os potenciais fornecedores desse produto ou serviço para conquistar nossa confiança, nos passar a credibilidade e o profissionalismo que buscamos e nos convencer, praticamente à primeira vista que ele é a melhor opção.

Quando digo que deve ser à primeira vista, é por que antes o trabalho para buscar novos fornecedores ou realizar cotações era oneroso. Demandava que nos deslocássemos à várias empresas para conhecer os profissionais ou comparar os preços dos produtos. Isso demandava horas de pesquisa e, portanto, nossos parâmetros de comparação eram poucos, quando muito, três empresas próximas entravam no páreo.

Hoje com a internet, em poucos minutos é possível realizar uma comparação entre prestadores de serviço do Brasil todo sem sair de casa ou mesmo pegar no telefone, basta alguns cliques e algumas palavras chave jogadas no google e você tem acesso a pelo menos dez empresas prestadoras do serviço que está buscando só na primeira página.


Se a busca for por um produto, que é padrão, independente da empresa que vai te entregar, como um smartphone ou até uma geladeira, provavelmente você estará buscando por prazo, confiabilidade e preço. Nesse caso, além dos buscadores você ainda irá encontrar sites e apps como o Buscapé, onde uma vez lançado o produto e o modelo que está buscando, em um único clique tem-se a cotação com o preço praticado pelas principais lojas virtuais numa única página.

Isso é muito bom para o consumidor, excelente, pois o ganho em velocidade na cotação e a qualidade no produto ou serviço adquirido tende a ser muito grande. Mas, e para o os fornecedores que entram nessa corrida para conquistar o seu clique, como se diferenciar nesse mercado tão competitivo?

Analisando as grandes marcas pode-se observar que o maior diferencial delas da concorrência é que costumam ser a primeira opção na cabeça dos clientes, ou seja, nós temos algumas empresas que, talvez nem saibamos exatamente o porquê, mas de alguma forma já criamos um conceito, uma referência.

Seja por uma indicação de alguém que faça parte de um de nossos círculos sociais, seja pelo marketing realizado nas mídias, seja por experiências de compra ou contratação anteriores, são empresas que de alguma forma se tornaram referência em seu segmento de atuação, e, portanto, permeiam o subconsciente de seus clientes e potenciais clientes.

Para conseguir se tornar referência em seu segmento de negócio é preciso aparecer para a sociedade, criar meios de demonstrar suas características, diferencias e conhecimentos sobre àquilo que se presta a fazer, ser autoridade no assunto, pois dessa forma sempre que for abordar um novo cliente, várias barreiras já terão sido vencidas como credibilidade, proximidade e confiança.

“Quem não é visto não é lembrado”, então por regra, a primeira coisa que sua empresa precisa é de exposição, claro que tudo depende de sua estratégia de marketing e comunicação, mas no geral você não deve ter medo de expor seus produtos, preços ou seus conhecimentos sobre determinado assunto. Seja com um comercial de TV, anúncio na rádio local, utilizando links patrocinados no google, outdoor naquela avenida movimentada ou publicações impulsionadas no facebook, você precisa fazer parte do cotidiano do seu cliente, para que quando ele precisar daquilo que você oferece, ele tenha sua empresa como referência, e dessa forma, você saia literalmente a frente da concorrência. Dependendo da proximidade e da autoridade que você tenha criado junto a seus prospects, existe a possibilidade deles nem cotarem com outras empresas, e já virem diretamente buscar o seu negócio.


#Blog #eMarketing #Google #GoogleAdwords #Marketing #Website

86 visualizações